Você sabe o que é Foliculite?

 em Artigos, Atualize-se

O folículo pilossebáceo localiza-se na derme e está praticamente por toda superfície corporal.  É composto por células germinativas, queratinócitos e melanina. Os folículos se formam já nos primeiros meses de vida e sua quantidade está relacionada diretamente com alguns fatores, em especial, o fator genético. Os pelos têm função de proteção contra radiações, traumas, atritos, além de funcionarem como isolante térmico e quando o pelo está com dificuldades ou impedido de sair acontece a foliculite.

A Foliculite é a inflamação do folículo pilossebáceo que pode se dar em diversas regiões do corpo ou face. No caso das pessoas negras, de descendência caucasiana, por terem grande quantidade de pelos no corpo e/ ou terem imunidade baixa, tem maior predisposição a desenvolver foliculite, devido o pelo já nascer em espiral e ser mais frágil, rompendo assim a barreira da pele e assim, encravando facilmente os pelos, já no caso dos homens, é comum aparecer a foliculite na barba, devido a espessura maior dos pelos nessa região e pela falta de alguns cuidados diários para prevenir essa inflamação, como: higienização adequada, usar lâmina uma vez e jogar fora, hidratar o rosto, usar gel, sabão na hora de barbear, entre outros.

Além disso, existem alguns fatores que acabam dificultando e muitas vezes impedindo a saída do pelo, como:

Desidratação

Espessura da pele

Excesso de calor e suor

Atrito frequente

Depilação

Esses fatores, na maioria das vezes vem acompanhada da presença de bactérias, fungos ou até mesmo vírus que tornam a aparência e os sintomas da foliculite mais acentuados que podem ser apresentados na região afetada, como: presença de pústulas, inflamação e dor. Dependendo do estado que a pele se encontra, podemos tratar com alguns procedimentos estéticos, associando equipamentos com a cosmetologia. Dentre esses, os mais usados são a alta frequência, um equipamento que irá ajudar na cicatrização e diminuição das lesões; peelings físicos/ químicos que visam diminuir a espessura da camada córnea (remover as células mortas da camada superficial da pele); hidratantes e máscaras que vão promover a hidratação. Já em casos mais graves, devem ser encaminhados a um a um profissional dermatologista para verificar a necessidade de fazer um tratamento com uso de medicamentos tópicos ou via oral, que podem ser, dentre eles, antibióticos ou antifúngicos.

Além do tratamento realizado em cabine, é de extrema importância que a pessoa siga todas as orientações que o profissional indicar a ela para uso em casa:

Manter a pele limpa, seca e livre de escoriações ou irritações pode ajudar a prevenir a foliculite.

Evitar lavagens antissépticas rotineiramente, pois deixam a pele seca e eliminam as bactérias protetoras.

Manter a pele hidratada.

Ao fazer a barba, usar gel de barbear, espuma ou sabão para lubrificar as lâminas e evitar cortes.

Evitar roupas apertadas para não causar atrito

Confira o também o Protocolo de Tratamento Para Foliculite clicando aqui.

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar